Views
11 months ago

Abril de 2018

  • Text
  • Rover
  • Carro
  • Primeiro
  • Rovers
  • Anos
  • Mundo
  • Motor
  • Primeira
  • Aventura
  • Jaguar
Viagem no tempo ao Nascimento do primeiro Land Rover | Como a Land Rover conduziu aventuras e explorações científica ao longo dos anos | O Editor da GQ Dylan Jones discute o tema “inspiração” como Diretor de Design Gerry McGovern | Explorando o potencial de impacto da eletrificação e dos veículos | Conquistando os 999 degraus até o topo do Heaven’s Gate, na China

A ERA DO DISCOVERY 1986

A ERA DO DISCOVERY 1986 | São criados os primeiros modelos de argila para o “Projeto Jota” | A Conran Design ajuda a criar o interior diferenciado 1989 | 12 de setembro: o Discovery de três portas é lançado em Frankfurt | A versão policial 200TDi puxa um trem de 178 toneladas “ O Land Rover Discovery foi desenvolvido num tempo tão curto, que quebrou recordes do setor. Foi um sucesso imenso e imediato, sendo aclamado pela crítica jornalística especializada do mundo todo e conquistando para a Land Rover a maior fatia de um mercado no qual a empresa nem sequer tinha sido representada anteriormente.” JAMES TAYLOR, AUTOR DO LIVRO LAND ROVER DISCOVERY Em meados da década de 1980, o Range Rover estava seguindo para as faixas superiores do mercado com sua nova carroceria de quatro portas, transmissão automática e versões cada vez mais luxuosas, como a Vogue. Começou a se abrir um espaço na linha da Land Rover para um novo modelo que preenchesse a lacuna entre o Defender, mais utilitário, e o Range Rover, premium. O novo veículo teria de oferecer toda a competência off-road dos dois irmãos, mas se especializaria em versatilidade, portando-se bem nas ruas e estradas e dispondo de um interior flexível com sete assentos. Ele ajudaria a Land Rover a crescer e, o que era crucial, faria a balança do portfólio da marca pender menos para veículos que os clientes precisavam e mais para veículos que eles desejavam. O trabalho no “Projeto Jota”, codinome usado no início, começou em 1986, e os primeiros modelos de argila foram esculpidos já naquele ano. A fim de reduzir o custo e o tempo de desenvolvimento e de produzir o requinte necessário, o novo carro usava alguns dos chassis do Range Rover e tinha em comum com ele as 100 polegadas de distância entre os eixos. Mas o Projeto Jota seria diferente. Um design engenhoso ajudaria a diferenciá-lo do Range Rover, de tamanho semelhante, e o tratamento visual a que se chegou no estúdio de design da Land Rover foi um êxito tão grande, que alguns elementos dele, como a inconfundível traseira assimétrica, continuam presentes na versão mais recente, da quinta geração. FORTE DEMANDA O Discovery, como o Projeto Jota veio a ser denominado oficialmente, foi revelado ao mundo pela primeira vez no Salão do Automóvel de Frankfurt, em 12 de setembro de 1989. No lançamento do carro para a imprensa, na Escócia, ficou imediatamente comprovado que se tratava de um autêntico Land Rover quando um 200TDi com insígnias da polícia, em versão diesel com quatro cilindros, rebocou um trem de 178 toneladas. Em 1990, o Discovery fez sua estreia no Camel Trophy, na Sibéria, e se tornou o veículo mais associado à famosa pintura “Sandglow”. Novamente, a Land Rover tinha subestimado a procura de um novo veículo e, em 1993, anunciou que seria adicionado um terceiro turno em Solihull para fazer frente à demanda do Discovery. No ano seguinte, ele estreou nos Estados Unidos com um motor V8 a gasolina. Em 1998, já chegava à impressionante cifra de 348.621 a quantidade de Discoverys que tinham encontrado lares ao redor do mundo. DISCO-TECH A Land Rover voltou ao Salão do Automóvel de Frankfurt nove anos depois do lançamento do Discovery original para revelar a segunda geração do carro. Embora visualmente similar ao original (o design não pedia muita mudança), o Discovery Série II tinha em comum com o antecessor somente um painel externo e introduziu em sua dinâmica uma série de novos itens eletrônicos de auxílio ao motorista, dos quais o mais notável era o sistema Active Cornering Enhancement (ACE), que proporcionava a esse veículo off-road alto uma agilidade semelhante à de um carro. A competência dele fora da estrada também foi aprimorada ainda mais, com tecnologias como a de Controle de Descida de Ladeiras. Isso foi comprovado pelos Discoverys com motor INTERIOR DIFERENCIADO Desde o princípio, a Land Rover estava determinada a imprimir no Discovery uma forte identidade própria, bastante distinta do Range Rover, com o qual tinha em comum os mesmos elementos fundamentais. Assim, a empresa Conran Group, chefiada pelo guru britânico do design Sir Terence Conran, foi contratada para produzir uma cabine diferente de todas as outras. Eles cumpriram essa tarefa com louvor, criando um design que incorporava ideias originais, como um saco removível no lugar do porta-objetos central, embora o porta-óculos de sol que propuseram para o centro do volante não tenha chegado a ser produzido. A penetrante combinação de cores Sonar Blue usada na cabine talvez seja um tanto intensa para os padrões de hoje, mas na época era linda, a ponto de ser premiada no British Design Award. O Discovery foi lançado com três portas (a versão com cinco portas viria um ano depois) para diferenciá-lo com maior ênfase de seu companheiro mais premium. Tinha elementos laterais marcantes e rodas básicas, de aço prensado, que decididamente não cairiam bem num Range Rover. Depois, elas foram substituídas por rodas de liga. FOTOS: POPPERTOTO/GETTY IMAGES (1) 52

RIGHT XXXXXX 1990 | É lançada a versão de cinco portas | O 200TDi de três portas participa do Camel Trophy na Sibéria | É montado um Discovery “Flutuante” para a regata Cowes Week 1997 | A suspensão pneumática autonivelante é introduzida no Discovery 2 01 01 Lançado no Salão do Automóvel de Frankfurt de 1989, o Discovery 1 (no alto) foi sucedido pelo Discovery 2 (embaixo) no outono de 1998 02 Mostrando seu poder de tração ao rebocar um trem, o Discovery logo se difundiria como veículo de reboque 03 Sir Ranulph Fiennes ao volante de um Discovery durante sua expedição para localizar a famosa cidade perdida de Ubar, em 1991 02 03 PHOTOGRAPHY: XXXXXXXXX XXXXXXX XXXXXXXXX 03 53

 

Land Rover

Revista ONELIFE

 

A revista Onelife da Land Rover traz histórias do mundo todo que celebram a força interior e a motivação para ir além.

A Land Rover sempre significou liberdade de ir a qualquer lugar e a capacidade de fazer qualquer coisa quando se chegar lá. A última edição da revista Onelife saúda este espírito, transportando você ao redor do mundo para celebrar as aventuras que vão do exótico à rotina do dia-a-dia – de uma cidade no Himalaia Indiano onde clássicos Land Rover Série 1 e 2 reinam soberanos, até o incrível County Donegal, na Irlanda, onde o velejador Monty Halls curte sua família à bordo de um Discovery. 

A biblioteca

Outubro de 2018
Abril de 2018
Novembro de 2017
Abril de 2017
Outubro de 2016

Na cidade somos todos pedestres.

Jaguar Land Rover Limited: Registered office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF. Registered in England No: 1672070

Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.