Maio de 2019

  • Nova
  • Ainda
  • Apenas
  • Shenzhen
  • Evoque
  • Anos
  • Vida
  • Mundo
  • Cidade
  • Rover
Shenzhen por Range Rover Sport PHEV | Um primeiro passeio no novo Range Rover Evoque | Arquitetura modernista da metade do século na Alemanha | George Bamford conta o que faz verdadeiro luxo | Conheça o moon-walker Charlie Duke | Subcultura de Carnaval no Brasil

VIAGEM Uma massa

VIAGEM Uma massa de torres de vidro que tocam as nuvens à beira de um enorme porto natural; a locomotiva econômica do país, com mais riqueza per capita do que em qualquer outro lugar; e, talvez o mais fundamental de tudo isso, uma cidade de imigrantes. Parece familiar? Não se trata da Nova York do século 20, e sim da Shenzhen do século 21, cidade que, mais do que qualquer outra, define a nova China. Shenzhen completou 40 anos no final do ano passado. Em 1978, ela foi o primeiro experimento dentro da iniciativa do ex-líder Deng Xiaoping de abrir a China. A sonolenta cidade pesqueira de 30 mil habitantes foi escolhida porque fica na baía onde se situa Hong Kong, do lado oposto a esse polo financeiro. O que começou como uma simples cidade fabril que produzia a maioria dos itens “Made in China” que você tem na sua casa transformou-se em uma metrópole de 13 milhões de habitantes e base de gigantes da tecnologia como Huawei, Tencent e Alibaba. Tudo acontece rapidamente em Shenzhen, e isso inclui o futuro. SHENZHEN “Não me lembro da última vez que carreguei uma carteira”, é algo que muitos moradores locais nos disseram; tudo, desde os estacionamentos até os restaurantes e as mais modestas comidas de rua, pode ser pago com o seu smartphone. Os arranha-céus ainda podem estar subindo a um ritmo de tirar o fôlego, mas esta é uma cidade onde, hoje, a alta qualidade de vida é evidente em toda parte. As ruas são limpas e arborizadas, os parques são lindos, e os ELÉTRICOS. habitantes de Shenzhen dispõem de muitas maneiras de aproveitar seu tempo livre. As pessoas lotam os reluzentes shopping centers, o excêntrico distrito criativo de OCT-LOFT, as galerias de arte, os museus e os restaurantes, que servem de tudo, desde os melhores sabores de Sichuan e cozidos de carne ao estilo de Pequim até sushi e café parisiense. Talvez o mais importante seja o fato de Shenzhen ter estabelecido para si mesma uma meta de vida urbana sustentável. Ela faz parte da iniciativa International Low- -Carbon City e é líder mundial em infraestrutura para veículos elétricos. No ano passado, todas as suas frotas de ônibus e táxi passaram a ser elétricas, e ela possui uma das redes de pontos de carga de veículos elétricos mais ESTABELECEU PARA SI MESMA UMA META DE VIDA URBANA SUSTENTÁVEL. ELA É LÍDER MUNDIAL EM INFRAESTRUTURA PARA VEÍCULOS amplas do planeta. Consequentemente, o som de Shenzhen é um ronronar, e não um rugido. Não haveria melhor lugar para levarmos o Veículo Elétrico Híbrido Plug- -in Range Rover Sport. Bem-vindo ao futuro – ao estilo de Shenzhen. Há um anúncio com os seguintes dizeres, espalhado pela cidade: “Uma vez em Shenzhen, você é um Shenzhenense”. Ele revela a essência excepcionalmente aberta da cidade. Encontramo-nos com Tat Lam, da startup social Shanzhai City, no recém-construído distrito de Houhai, onde muitas das torres de aço e vidro de Shenzhen ainda estão literalmente crescendo. Em meio a vigas e capacetes, Tat explica a identidade singular que foi forjada em poucas décadas. “Shenzhen é o equivalente urbano de uma startup”, conta ele. “Se não inova, não tem valor nenhum. Está sempre procurando a próxima novidade.” Essa energia é resultado de uma mistura de pessoas de toda a China, cada uma em busca de algo novo. Ultimamente, esse “algo novo” vai de cervejas artesanais a chás de grife com cobertura de queijo espumante. Ao andar pelas ruas de OCT-LOFT, que antes era um distrito de depósitos, você encontrará uma academia de ginástica com pouca iluminação, onde sofás de couro Chesterfield fazem companhia a bancos de supino, e o rústico OCT Contemporary Art Terminal oferece uma retrospectiva de esculturas, impressões 3D e filmes do artista Sui Jianguo. “Shenzhen é uma série de aldeias urbanas onde as inovações se desenvolvem de forma orgânica”, diz Tat. “Nesse sentido, você poderia pensar nela como uma cidade da multidão. Em vez de ser preenchida com megaprojetos, aqui a multidão decide quais inovações em pequena escala funcionam melhor. As que forem populares crescerão.” Nos últimos 20 anos, algumas dessas pequenas ideias se tornaram imensas. Em uma área de cinco quilômetros quadrados, você encontrará as sedes das gigantes da tecnologia Alibaba, Tencent e Huawei e a da empresa líder mundial em drones, a DJI. Todo esse desenvolvimento pode trazer coisas não tão bacanas: sujeira, poluição e ruído. Contudo, também nesse aspecto, Ágil e sofisticada, Shenzhen não só abriga as últimas tendências mundiais, como agora vem criando as suas próprias. No alto, à esquerda: o fundador de startup social Tat Lam entre as torres da cidade, que são erguidas rapidamente. 52

53

 

Land Rover

Revista LAND ROVER

 

As histórias das mostras da revista Land Rover do mundo todo que celebram a força interna e a inspiração para ir acima e além

A Land Rover não só tem os veículos superiores mais capacitados, mas também um estado de espírito onde um senso de curiosidade, de exploração e de admiração está presente em todas as aventuras da vida. Descubra isso na mais recente edição da Revista Land Rover, desde conhecer um grupo de sobreviventes da Era do Gelo na costa holandesa com o Land Rover Discovery, até a arquitetura sustentável mais inovadora em uma viagem californiana com o Range Rover Evoque.

A biblioteca

Janeiro de 2020
Maio de 2019
Outubro de 2018
Abril de 2018
Novembro de 2017
Abril de 2017
Outubro de 2016

Na cidade somos todos pedestres.

Jaguar Land Rover Limited: Registered office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF. Registered in England No: 1672070

Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.