Maio de 2019

  • Nova
  • Ainda
  • Apenas
  • Shenzhen
  • Evoque
  • Anos
  • Vida
  • Mundo
  • Cidade
  • Rover
Shenzhen por Range Rover Sport PHEV | Um primeiro passeio no novo Range Rover Evoque | Arquitetura modernista da metade do século na Alemanha | George Bamford conta o que faz verdadeiro luxo | Conheça o moon-walker Charlie Duke | Subcultura de Carnaval no Brasil

H I S T Ó R I A S S U B

H I S T Ó R I A S S U B T E R R Â N E A S O que seria o ápice de uma viagem de descoberta? Que tal... Uma viagem no tempo? O paleontólogo Kenneth Lacovara nos leva em uma jornada ao centro da Terra. 76

ENSAIO IMAGEM: STOCKSY/ CATHERINE MACBRIDE, RETRATO: ROBERT CLARK Gostaria de visitar um lugar improvavelmente maravilhoso? Um lugar envolto em mistério, mas generoso em vislumbres sedutores de eventos tão épicos e tão sobrenaturais, que conhecê-los desafiará a credulidade até dos mais entusiásticos leitores de literatura fantástica? Olhe para baixo, com o olho da sua mente, através do tapete, do piso, através de qualquer obstáculo que o separa da Terra lá embaixo. O lugar onde você se encontra agora, com sua própria longa história, provavelmente iguala em esplendor as maravilhas naturais mais famosas. Nenhuma vista na Terra é mais exaltada do que aquela que se tem na beira do Grand Canyon, nos EUA. Partindo da borda, descer pelos 13 quilômetros da trilha Bright Angel é uma experiência tocante, uma jornada de quase dois bilhões de anos no tempo, uma viagem visceral pelos muitos mundos passados que foram a nossa Terra. É uma experiência transformadora que deixa muitos viajantes com um sentimento avassalador de conexão com o solo e com o vasto arco do tempo. Rochas metamórficas aquecidas e comprimidas formam sua base tortuosa. Acima delas há um imponente edifício de rochas sedimentares que registra as muitas transgressões e regressões marinhas que, em um efeito ioiô, transformaram a terra em mar e vice-versa no último meio bilhão de anos. Dentro dessas camadas de arenito, calcário e xisto há fósseis que contam a história de uma sucessão de vida, desde variedades ancestrais bizarramente primitivas, nas partes inferiores, até formas modernas mais conhecidas, nas partes superiores. CERCAM.” No entanto, em termos geológicos, isso é bastante comum. O que o torna especial é que as páginas foram expostas para todos verem. O poder erosivo do rio Colorado dividiu o planalto em pedaços, revelando a história que repousa abaixo. Em geologia, a exposição é tudo. A litosfera da Terra – suas camadas mais altas, ou seja, a crosta e o manto – é o repositório da história do nosso planeta. Embora seus volumes contenham narrativas épicas, a biblioteca está, em grande medida, fechada para nós, habitantes da superfície, exceto quando a erosão e a elevação conspiram para revelar uma página aqui ou um capítulo ali. Você viveu toda a sua vida percorrendo as páginas superiores de incontáveis relatos invisíveis. Com um pouco de esforço, você poderá ver um relance dos contos do tempo profundo que nos cercam. Ao sair de Manhattan, olhe para o outro lado do rio Hudson, e você verá torres negras de rocha subindo da borda para formar uma fortificação pedregosa. As Palisades, com 90 metros de altura, são uma visão de um dos momentos mais dramáticos da história do planeta, quando, há 200 milhões de anos, as forças tectônicas dilaceraram o então supercontinente Pangeia. À medida que a crosta da Terra reduzia sua espessura ao longo de uma linha que mais tarde se tornaria o Oceano Atlântico, o magma abaixo brotava para formar vastos bolsões de rocha derretida. Essas convulsões liberaram imensas quantidades de CO 2 na atmosfera e levaram o clima a um aquecimento global descontrolado. Essas mudanças repentinas mataram a maioria dos organismos. Quando o pior passou, no final do período Triássico, mais de 75 por cento das espécies haviam desaparecido. “COM UM POUCO DE ESFORÇO, VOCÊ PODERÁ VER UM RELANCE DOS CONTOS DO TEMPO PROFUNDO QUE NOS Na época, os grandes animais terrestres dominantes eram os ancestrais dos crocodilos. Os dinossauros, ainda no início de seu mandato, tinham dificuldade para competir com esses contemporâneos maiores e mais ferozes. Ambos os grupos sobreviveram à extinção em massa, mas os crocodilos levaram a pior. Com as condições do jogo agora equilibradas, os dinossauros floresceram e evoluíram para a estonteante variedade de espécies que dominariam completamente os ecossistemas terrestres nos períodos Jurássico e Cretáceo. E, para todos os viajantes do outro lado da Ponte George Washington, basta dirigir o olhar para o alto para ver o incrível apocalipse que desencadeou essa revolução biológica. Esse exemplo não é excepcional, de maneira nenhuma. Olhe para baixo a partir de uma varanda em São Francisco, e você verá depósitos de rochas que se espalharam ao longo da extremidade ocidental da América do Norte – passageiros de uma esteira transportadora tectônica que acabará por depositar o leito rochoso da cidade no coração do Alasca. Ao percorrer a rodovia Pennsylvania Turnpike da Filadélfia a Pittsburgh, você cruzará a cordilheira dos Apalaches – que já fez parte de uma cadeia de picos que incluía as montanhas Atlas do Marrocos e partes das Terras Altas escocesas. Debaixo de qualquer piscina da Flórida repousa o calcário sedimentado em um mar quente aterrorizado pelo maior tubarão de todos os tempos, o megalodonte, de 12 metros de comprimento. Caminhe pela cordilheira Front Range do Colorado, e você atravessará a antiga margem de um canal interior que se estendia do Golfo do México até o Oceano Ártico. Ao longo de suas praias, perambulavam alguns dos dinossauros mais conhecidos, do estegossauro ao apatossauro. Então, dedique outro momento a contemplar o lugar onde você se encontra. É certo que será espantoso – um pedaço singular da história de 4,5 bilhões de anos deste planeta, gravado na pedra. Para descobrir essa narrativa fabulosa, busque na Internet o histórico geológico da sua região, visite seu museu local de história natural ou pegue uma ferramenta e cave você mesmo. Treine seus olhos para enxergar as histórias rochosas que estão sob seus pés, e você nunca mais verá seu mundo da maneira que via antes. SOBRE O AUTOR KENNETH LACOVARA é diretor-fundador do Edelman Fossil Park da Universidade de Rowan, em Nova Jersey, e autor de Why Dinosaurs Matter (Simon & Schuster, 2017). Assista à TED Talk “Hunting for dinosaurs showed me our place in the universe” em TED.com 77

 

Land Rover

Revista LAND ROVER

 

As histórias das mostras da revista Land Rover do mundo todo que celebram a força interna e a inspiração para ir acima e além

A Land Rover não só tem os veículos superiores mais capacitados, mas também um estado de espírito onde um senso de curiosidade, de exploração e de admiração está presente em todas as aventuras da vida. Descubra isso na mais recente edição da Revista Land Rover, desde conhecer um grupo de sobreviventes da Era do Gelo na costa holandesa com o Land Rover Discovery, até a arquitetura sustentável mais inovadora em uma viagem californiana com o Range Rover Evoque.

A biblioteca

Janeiro de 2020
Maio de 2019
Outubro de 2018
Abril de 2018
Novembro de 2017
Abril de 2017
Outubro de 2016

Na cidade somos todos pedestres.

Jaguar Land Rover Limited: Registered office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF. Registered in England No: 1672070

Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.